Atenção! Você está utilizando um navegador muito antigo e muitos dos recursos deste site não irão funcionar corretamente.
Atualize para uma versão mais recente. Recomendamos o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.

Notícias

Santander: Presidente descarta venda de filial brasileira

Facebook
Twitter
Google+
LinkedIn
Pinterest
Enviar por E-mail Imprimir
23/01/2013 - 10:58

Brasília - O presidente mundial do Santander, Emilio Botín, desmentiu ontem boatos de que a filial brasileira do banco seria vendida. Antes de audiência com a presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto, disse também que espera que o País cresça 3% neste ano e que o fraco desempenho econômico em 2012, “comparado à Europa, está muito bem”.

“Te digo que nós do Banco Santander algumas vezes vendemos algo, mas, no Brasil, compramos (ativos)”, disse. “O Brasil, para o Santander, é o país mais importante do mundo.”

Segundo Botín, o banco tem planos de ampliar investimentos no País. Pauta do encontro de ontem, o presidente do Santander afirmou que o grupo pretende abrir novos escritórios em várias regiões.

Queixa frequente do setor, de que o País seria demasiadamente intervencionista, Botín limitou-se a dizer que “outros países do mundo intervêm mais”. Disse ainda que “está convencido” de que 2013 “será melhor do que o ano passado”. “O banco Santander acredita que a economia crescerá 3%. No ano passado cresceu 1%, o que é pouco para o Brasil, mas, comparado à Europa, está muito bem.”

Fonte: Jornal O Popular


Tópicos:
visualizações