Atenção! Você está utilizando um navegador muito antigo e muitos dos recursos deste site não irão funcionar corretamente.
Atualize para uma versão mais recente. Recomendamos o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.

Notícias

Banco do Brasil: Agência 1610 é interditada durante protesto dos comissionados

Facebook
Twitter
Google+
LinkedIn
Pinterest
Enviar por E-mail Imprimir
20/03/2013 - 12:44
img-7962-5145715.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

         O Sindicato dos Bancários realizou nesta quarta-feira, 20, Ato Público de Protesto na porta da Agência 1610 do Banco do Brasil (prédio da Superintendência, na Av. Goiás, centro de Goiânia), denunciando os malefícios do novo plano de funções comissionadas implementado unilateralmente pela instituição e que provoca redução salarial e do número de funções comissionadas, bem como os reprováveis procedimentos do BB quanto aos descomissionamentos. Durante o evento a agência foi interditada.

         Dentre os prejuízos para os empregados que migrarem para as 6 horas no novo plano de funções estão ainda a incorporação da gratificação semestral, que deixa de incidir sobre algumas verbas salariais, com reflexos no 13º salário, férias etc.

         “O passivo trabalhista oriundo da redução salarial imposta pelo novo plano de funções é iminente. Como o Banco do Brasil é patrimônio do povo brasileiro, a sociedade e seus representantes políticos precisam estar atentos às atitudes da direção da empresa”, afirma o presidente do Sindicato dos Bancários de Goiás, Sergio Luiz da Costa.

 

Ação judicial

         O Sindicato dos Bancários de Goiás ingressou com reclamatória trabalhista cobrando a condenação do banco na obrigação de que as migrações para as funções gratificadas no novo plano se dêem sem redução salarial. A acão judicial foi distribuída para a 2ª Vara do Trabalho de Goiânia e a audiência está designada para o dia 27/06/2013, às 13h40min.

RUIMPRATODOS

         O novo plano de funções instituído unilateralmente pelo BB reduz salários e também milhares de horas de trabalho. Como o banco não anunciou novas contratações de bancários, as agências acabam descumprindo a lei que garante tempo máximo para atendimento e assim expõe clientes e usuários em demoradas filas.

         Além disso, o terror psicológico atinge todos os comissionados, principalmente gerentes. Estão sendo impostas metas abusivas que se não forem alcançadas implicam em punição sumária com descomissionamento do cargo, voltando o bancário para seu posto efetivo (início de carreira). Essa medida põe fim à até então exemplar carreira dos bancários do BB, que dava ao trabalhador a oportunidade de ingressar nos seus quadros após aprovação em concurso em um posto efetivo ia galgando ascensões profissionais graças ao seu esforço pessoal até chegar no topo da carreira com os comissionamentos.

         A distorção está punindo inclusive bancários próximos da aposentadoria, que voltam para o cargo efetivo e acabam passando para a inatividade com salário reduzido, em grave prejuízo para a sua qualidade de vida. O Sindicato repudia esse comportamento do banco por não analisar a trajetória profissional dos empregados, quando deveria buscar melhores resultados com a valorização do bancário.

         Assim, conclui-se que os clientes e a sociedade usuária dos serviços do BB serão expostos em humilhantes filas de espera em razão do número reduzido de empregados e os bancários sufocados pelo acúmulo de serviços, o que vai na contramão do programa “BOMPRATODOS” tão divulgado pelo Banco do Brasil.

 

Cadastre seu e-mail e

receba informes diários

            Todos os dias o Sindicato encaminha notícias aos bancários através dos e-mails cadastrados na newsletter do site www.bancariosgo.org.br. Caso você ou seu colega de unidade ainda não cadastrou, faça isso imediatamente. Se preferir, encaminhe a lista de e-mails dos colegas de sua agência para sindicato@bancariosgo.org.br.

            Mantenha seu e-mail atualizado junto ao Sindicato e receba as notícias no momento em que elas acontecem.

 Click no arquivo abaixo e veja o informativo completo:

 

 


sindacao-marco-20-bb-66948.pdf
Tópicos:
visualizações