Atenção! Você está utilizando um navegador muito antigo e muitos dos recursos deste site não irão funcionar corretamente.
Atualize para uma versão mais recente. Recomendamos o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.

Notícias

Receita divulga novidades para acompanhar pedidos de restituições

Facebook
Twitter
Google+
LinkedIn
Pinterest
Enviar por E-mail Imprimir
27/08/2013 - 09:28

Para pedir restituição, ressarcimento de impostos ou compensação de dividas, era preciso entrar na internet e esperar a decisão. Agora, antes da resposta, o contribuinte vai saber se está faltando alguma informação.

A partir de agora, na página da Receita Federal na internet, os contribuintes vão poder acompanhar a análise de pedidos de restituições e de ressarcimentos. O serviço vale para todos os impostos de pessoas físicas e jurídicas.

Joilson Santos é contador há 20 anos. Já chegou a passar madrugadas nas filas da Receita Federal. Tem acompanhado a modernização dos serviços que podem ser feitos pela internet, e já esta usando a nova ferramenta.

“Eu vou ter mais comodidade no acompanhamento desse processo, porque em qualquer lugar através de um celular, de um tablet ou de um computador eu vou estar acompanhando os processos do meu cliente”, comenta o contador.

Para pedir restituição, ressarcimento de impostos ou compensação de dividas, era preciso entrar na pagina da Receita e esperar pela decisão. Agora, antes da resposta definitiva, a Receita vai dizer ao contribuinte se está faltando algum documento ou informação.

Qualquer contribuinte que se cadastrar no site da Receita poderá usar o serviço chamado de autorregularização. Fazer as correções e esperar pela resposta da receita sem precisar comparecer a um posto.

O novo sistema dá um prazo de 45 dias para o contribuinte corrigir as informações. São quase 100 mil pedidos de ressarcimento e restituições - de empresas e pessoas físicas - que chegam aos computadores da Receita todo mês. E muitos com erros simples.

Segundo a Receita, erros que causam transtorno e perda de tempo para o contribuinte.

“No caso das pessoas físicas é comum o contribuinte fazer o pedido de uma restituição e se esquecer de retificar uma declaração ou um documento de arrecadação. Isso traz celeridade no processo, na medida em que aqueles erros podem ser corrigidos previamente a uma decisão da receita”, diz o sub-secretário de arrecadação da Receita Federal, Carlos Occaso

Fone: G1


Tópicos:
visualizações