Atenção! Você está utilizando um navegador muito antigo e muitos dos recursos deste site não irão funcionar corretamente.
Atualize para uma versão mais recente. Recomendamos o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.

Notícias

Investimento estrangeiro na bolsa em março é o maior desde setembro

Facebook
Twitter
Google+
LinkedIn
Pinterest
Enviar por E-mail Imprimir
04/04/2014 - 10:22

Investidores estrangeiros ingressaram com R$ 2,94 bi no mês na Bovespa.
Participação de estrangeiros na movimentação bate recorde de 51,59%.

A participação de investidores estrangeiros na movimentação da Bovespa bateu novo recorde histórico em março, quando a bolsa paulista recebeu o maior volume de capital externo em seis meses, informou a BM&FBovespa nesta quinta-feira (3). Os estrangeiros ampliaram sua fatia no giro financeiro da bolsa para 51,59%, ante 50,42% no mês anterior.

Fevereiro foi o primeiro mês em que esse investidor foi responsável por mais da metade da movimentação da Bovespa, destaca a Reuters.

Os investidores estrangeiros ingressaram com R$ 2,94 bilhões na bolsa em março, resultado de R$ 63,1 bilhões em vendas e de R$ 66 bilhões em compras de ações. Trata-se da maior entrada de recursos desde setembro de 2013, quando o ingresso foi de R$ 4,24 bilhões.

No acumulado até março, os investimentos estrangeiros nos papéis de empresas brasileiras atingiram volume positivo de R$ 3,78 bilhões.

A fatia de investidores institucionais e de pessoas físicas na movimentação da bolsa também subiu, em detrimento da participação de instituições financeiras e de empresas.

Ao final de março, o número de investidores pessoas físicas no mercado de ações foi de 579.035, abaixo dos 582.763 ao fim de fevereiro.

Volume de negócios caiu no mês
Por sua vez, o volume financeiro de negócios no segmento Bovespa - operações com ações nos mercados à vista, a termo e de opções - totalizou R$ 125,23 bilhões em março, queda de 4,8% ante fevereiro. O volume médio diário foi de R$ 6,59 bilhões, contra R$ 6,57 bilhões  anteriormente.

O valor de mercado das 370 empresas listadas na bolsa avançou para R$ 2,32 trilhões no mês passado, frente R$ 2,20 trilhões em fevereiro. O índice Ibovespa subiu 7,05% no mês passado.

Nesta quinta-feira, o Ibovespa fechou em queda de 0,57%, a 51.408 pontos.

Fonte: G1



Tópicos:
visualizações