Atenção! Você está utilizando um navegador muito antigo e muitos dos recursos deste site não irão funcionar corretamente.
Atualize para uma versão mais recente. Recomendamos o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.

Notícias

Imposto de Renda: Contribuinte só tem hoje e amanhã para acertar contas

Facebook
Twitter
Google+
LinkedIn
Pinterest
Enviar por E-mail Imprimir
29/04/2013 - 09:59

Quanto mais perto do prazo limite, maior é o acúmulo de acessos ao endereço da Receita, o que pode dificultar a transmissão da declaração

Este é o último fim de semana para fazer a declaração do Imposto de Renda. O contribuinte que ainda não prestou contas à Receita tem até amanhã para declarar seus rendimentos.

Até a tarde da última sexta-feira, a Receita Federal já havia recebido 17,6 milhões de declarações de Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) de todo o País. A expectativa do Fisco é de receber cerca de 26 milhões. Ou seja, mais de 8 milhões de pessoas deixaram para enviar o formulário na reta final.

Em Goiás, também até sexta-feira, a Receita havia recebido 480 mil declarações. A previsão para este é de receber 750 mil documentos de todo o Estado. A Delegacia da Receita em Goiânia alerta para o risco de dificuldades para transmitir a declaração na última hora. Quanto mais perto do prazo limite, maior é a possibilidade de acúmulo de acessos ao endereço da Receita.

A correria de última hora também pode acarretar em erros no preenchimento do formúlário e o contribuinte fica maior chance de cair na malha fina. No caso de perda do prazo, a multa mínima é de R$ 165,74, limitada a 20% do imposto devido.

São obrigados a fazer a declaração todos aqueles que tiveram rendimento tributável superior a R$ 24.556,65 no ano passado. A declaração pode ser entregue pela internet (www.receita.fazenda gov.br) ou em disquete no Banco do Brasil e na Caixa Econômica.

Pela primeira vez, é possível também enviar as informações por tablets e smartphones que tenham os sistemas operacionais Android (Google) e iOS (Apple).

Mas não podem fazer a declaração por meio destes aplicativos os contribuintes que receberam rendimentos de pessoa física, os que estejam obrigados a declarar dívidas e ônus reais, os que auferiram ganho de capital, os que tenham recebido determinados tipos de rendimentos isentos ou com tributação exclusiva, entre outros.

O programa para preencher a declaração está disponível na página da Receita Federal na internet. No mesmo endereço o contribuinte pode baixar o programa Receitanet, necessário para enviar a declaração ao Fisco.

Bens

Quem teve propriedade de bens (como imóveis ou veículos) acima de R$ 300 mil ou ganhos na venda dessas propriedades também precisa declarar o IR. A regra também vale para quem optou pela isenção do imposto na venda de imóvel residencial.

A declaração é obrigatória para produtores rurais se a receita bruta da atividade ultrapassou R$ 122.783,25 em 2012 ou para a compensação de prejuízos de anos anteriores.

Fonte: Jornal O Popular


Tópicos:
visualizações