Atenção! Você está utilizando um navegador muito antigo e muitos dos recursos deste site não irão funcionar corretamente.
Atualize para uma versão mais recente. Recomendamos o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.

Notícias

IGP-M desacelera alta a 0,13% na 2ª prévia de outubro, diz FGV

Facebook
Twitter
Google+
LinkedIn
Pinterest
Enviar por E-mail Imprimir
20/10/2014 - 07:57

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) subiu 0,13 por cento na segunda prévia de outubro, contra alta de 0,31 por cento no mesmo período de setembro, com a forte desaceleração dos preços no atacado compensando os custos mais altos no varejo.

Na primeira prévia de outubro o indicador havia registrado leve queda de 0,07 por cento, por conta da queda dos custos no atacado.

De acordo com os dados divulgados nesta segunda-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV) o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60 por cento do índice geral, teve variação positiva de 0,03 por cento na segunda prévia de outubro após avanço de 0,32 por cento em igual período de setembro.

Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), com peso de 30 por cento no índice geral, acelerou a alta a 0,40 por cento, sobre 0,32 por cento no mês anterior.

Por sua vez o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) subiu 0,15 por cento na segunda apuração de outubro, após alta de 0,20 por cento no mesmo período em setembro. O INCC responde por 10 por cento do IGP.

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de energia elétrica e aluguel de imóveis.

A segunda prévia do IGP-M calcula as variações de preços no período entre os dias 21 do mês anterior e 10 do mês de referência.

Fonte: UOL

Tópicos:
visualizações