Atenção! Você está utilizando um navegador muito antigo e muitos dos recursos deste site não irão funcionar corretamente.
Atualize para uma versão mais recente. Recomendamos o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.

Notícias

Descomissionamento aterroriza bancários

Facebook
Twitter
Google+
LinkedIn
Pinterest
Enviar por E-mail Imprimir
14/03/2013 - 14:20
ultimas-1-2013-alta-1-12418168.jpg

A cobrança de metas abusivas tornou-se uma das principais ameaças de todos os tempos para a categoria bancária. Além das diversas implicações legais, psicológicas e trabalhistas, a prática prejudica a carreira dos bancários.

No Banco do Brasil, o terror psicológico atinge todos os comissionados, principalmente gerentes. Estão sendo impostas metas abusivas que se não forem alcançadas implicam em punição sumária com descomissionamento do cargo, voltando o bancário para seu posto efetivo (início de carreira).

Essa medida põe fim à até então exemplar carreira dos bancários do BB, que dava ao trabalhador a oportunidade de ingressar nos seus quadros após aprovação em concurso em um posto efetivo e, embora sem praticamente nenhuma vantagem trabalhista, ia galgando ascensões profissionais graças ao seu esforço pessoal até chegar no topo da carreira com os comissionamentos.

A distorção está punindo inclusive bancários próximos da aposentadoria, que voltam para o cargo efetivo e acabam passando para a inatividade com salário reduzido, em grave prejuízo para a sua qualidade de vida.

O Sindicato repudia esse comportamento do banco por não analisar a trajetória profissional dos empregados, quando deveria buscar melhores resultados com a valorização do bancário.


Click no arquivo abaixo e veja o informativo 'Últimas' completo:

ultimas-1-2013-alta-8171183.pdf
Tópicos:
visualizações