Atenção! Você está utilizando um navegador muito antigo e muitos dos recursos deste site não irão funcionar corretamente.
Atualize para uma versão mais recente. Recomendamos o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.

Notícias

Crédito: Baixa renda puxa alta de 5,8% no 1º trimestre

Facebook
Twitter
Google+
LinkedIn
Pinterest
Enviar por E-mail Imprimir
10/04/2013 - 10:01

São Paulo - Reforçando a recuperação iniciada no fim do ano passado, a demanda dos consumidores por crédito cresceu 5,8% no primeiro trimestre deste ano, impulsionada principalmente pelos consumidores que ganham até R$ 1.000 por mês, segundo pesquisa da Serasa Experian divulgada ontem.

Foram os consumidores de menor renda que lideraram a busca por crédito no período. A procura por crédito por consumidores que ganham até R$ 500 mensais aumentou 12,2% e os que recebem entre R$ 500 e R$ 1.000 cresceu 8,2%.

Em contrapartida, os que ganham entre R$ 2.000 e R$ 5.000 mensais registraram alta de 1,3%, e os que recebem mais que R$ 10 mil tiveram crescimento de 1,2%. “Os consumidores estão voltando ao mercado de crédito, e isso coincide com a redução nos índices de inadimplência”, afirma Luiz Rabi, economista da Serasa Experian.

A melhora nos indicadores de inadimplência e o bom momento do mercado de trabalho estão estimulando uma recuperação do mercado de crédito, após uma sequência de quedas observada em 2012.

Após forte alta no crédito em 2010 e 2011, houve um avanço no endividamento das famílias e a inadimplência dos consumidores atingiu níveis recordes no ano passado. Priorizando o pagamento dos débitos existentes, os consumidores evitaram pedir novos empréstimos.

Fonte: jornal O Popular


Tópicos:
visualizações