Atenção! Você está utilizando um navegador muito antigo e muitos dos recursos deste site não irão funcionar corretamente.
Atualize para uma versão mais recente. Recomendamos o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.

Notícias

Carreira: A hora de mudar de emprego

Facebook
Twitter
Google+
LinkedIn
Pinterest
Enviar por E-mail Imprimir
11/11/2013 - 09:29

Como saber se é o momento de buscar novo horizonte profissional? Há alguns sinais que podem ajudar nesta importante decisão

Enquanto muitos estão comendo uma pizza, em frente a telinha da televisão ou curtindo de outras formas os últimos momentos do fim de semana, há quem não consiga tirar da cabeça a insatisfação de ter de acordar no dia seguinte e seguir para o trabalho.

A síndrome do domingo à noite é apenas um dos sintomas de que está na hora de sair do emprego atual e partir para outra empreitada. Mas essa decisão, nem sempre fácil, pode também estar associada à sensação de dever cumprido e necessidade de novos ares e desafios.

DIFERENTES CAUSAS

Apesar de ser a mesma tomada de decisão, as causas de cada vertente são completamente diferentes. No primeiro caso, o clima ruim com o chefe e colegas de trabalho corroboram com a infelicidade no ambiente de trabalho. O olhar compulsivo aos ponteiros do relógio também é um sinal de que algo está errado. A atitude pode denunciar dificuldade de concentração ao desempenhar as funções.

Segundo a presidente da Associação Brasileira de RH em Goiás (ABRH), Dilze Percilio, há um estágio em que o funcionário não consegue identificar nenhum aspecto positivo no trabalho. “Ele começa a criar um cenário de filme de terror. Se alguém está rindo, por exemplo, ele vai achar que é dele”, explica. Quando a empresa não cumpre com as obrigações ou paga abaixo do mercado também leva o profissional a buscar novos horizontes.

Esses aspectos podem gerar estresse, ansiedade, dores de cabeça e, inclusive, desencadear problemas pessoais e familiares. “Ele não consegue se desligar nos fins de semana. Até o momento de lazer torna-se inativo”, afirma.

Outra situação apontada pela profissional é quando o empregado não enxerga possibilidade de ser promovido. O profissional também pode se sentir entediado realizando as mesmas tarefas todos os dias, sem novas responsabilidades ou desafios. Estes momentos são sinais de que é hora de buscar uma empresa cujo perfil está mais de acordo com seu planejamento de carreira.

O profissional deve entender quem ele é, avaliar o currículo, o que tem a oferecer ao mercado, como poderá ajudar a outra empresa. Por isso, é preciso agir com cautela e medir o peso das causas que o motivam a trocar de emprego.

Fonte: Jornal O Popular


Tópicos:
visualizações