Atenção! Você está utilizando um navegador muito antigo e muitos dos recursos deste site não irão funcionar corretamente.
Atualize para uma versão mais recente. Recomendamos o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.

Notícias

Bovespa recua em dia de pedido de recuperação judicial da OGX

Facebook
Twitter
Google+
LinkedIn
Pinterest
Enviar por E-mail Imprimir
31/10/2013 - 10:52

Ibovespa teve queda de 0,67% e fechou aos 54.172 pontos.
Ações da OGX deixarão de ser negociadas na Bovespa.

O principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo (BM&FBovespa) encerrou em queda nesta quarta-feira (30), em dia de pedido de recuperação judicial da endividada petroleira OGX, e apesar da alta do setor de siderurgia, após a Usiminas divulgar seu primeiro resultado positivo em sete trimestres.

O Ibovespa recuou 0,67%, aos 54.172 pontos. O volume financeiro do pregão foi de R$ 6,9 bilhões. Veja cotação

As ações da OGX recuaram mais 26,08% e, assim como na sessão da véspera, foram a maior influência negativa sobre o Ibovespa. Os papéis da petroleira de Eike fecharam na mínima histórica de R$ 0,17.

A OGX, controlada por Eike Batista, entrou nesta quarta-feira com pedido de recuperação judicial. O pedido foi feito pelo advogado Sergio Bermudes – que confirmou a informação antes mesmo do fechamento dos mercados. Com isso, as ações da empresa deixam de ser negociadas na Bovespa. "O pessoal já está ajustando as carteiras à hipótese de a empresa sair do Ibovespa", afirmou o especialista em renda variável Rogério Oliveira, da Icap Brasil, em entrevista à Reuters.

Ações
As perdas do Ibovespa não foram maiores porque as ações preferenciais da Petrobras inverteram queda de mais de 2% registrada pela manhã e fecharam no azul.

"Houve alguns ruídos afetando a ação pela manhã, declarações do (ministro da Fazenda, Guido) Mantega, que depois foram amenizados por declarações adicionais. Ele disse que a metodologia para o reajuste de combustíveis não estava fixada", afirmou o analista Felipe Rocha, da Omar Camargo Corretora.

O ministro da Fazenda disse ainda que a metodologia "é uma coisa séria e importante e não pode ser feita rapidamente de afogadilho". Na segunda-feira, as ações da petroleira dispararam, após a companhia ter avisado que adotou um fórmula de reajuste de longo prazo para os combustíveis.

Já o setor de siderurgia descolou-se da trajetória negativa da bolsa, beneficiado pelos resultados da Usiminas, cujas ações preferenciais e ordinárias tiveram as maiores altas do Ibovespa.

A maior produtora de aços planos do Brasil teve lucro líquido de R$ 115 milhões no terceiro trimestre, ante prejuízo no mesmo período de 2012 e superando a previsão média de analistas de lucro de R$ 94 milhões.

No cenário externo, os mercados repercutiram a decisão do banco central dos Estados Unidos de manter seu programa de compra de títulos no ritmo de US$ 85 bilhões mensais.

Apesar da decisão Federal Reserve ter confirmado as expectativas do mercado, as bolsas dos Estados Unidos operavam no vermelho, já que a autoridade monetária afirmou ter uma previsão de crescimento menor para a economia norte-americana.

Fonte: G1



Tópicos:
visualizações