Atenção! Você está utilizando um navegador muito antigo e muitos dos recursos deste site não irão funcionar corretamente.
Atualize para uma versão mais recente. Recomendamos o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.

Notícias

Bancos já antecipam restituição

Facebook
Twitter
Google+
LinkedIn
Pinterest
Enviar por E-mail Imprimir
07/03/2014 - 16:19

Alguns dos principais bancos do País deram início ontem à possibilidade de antecipação de até 100% da restituição do Imposto de Renda Pessoa Física IRPF). A alternativa é oferecida como uma facilidade para o consumidor que quer usar o recurso para pagar dívidas ou como uma renda extra.

Antes de contratar esse tipo de operação, porém, o consumidor deve ficar atento às taxas de juros cobradas para liberar o recurso, que variam de banco para banco (veja quadro). Além disso, apesar de essa linha geralmente possuir juros menores que os de outras modalidades de empréstimo, é preciso ficar atento ao Custo Efetivo Total (CET) da operação.

Para os órgãos de defesa do consumidor, não é apenas o valor dos juros que determina se um empréstimo é mais vantajoso que outro. As instituições financeiras cobram taxas e impostos para realizar este tipo de operação, como Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e tarifas bancárias, por exemplo.

O educador e presidente da DSOP Educação Financeira e da Editora DSOP, Reinaldo Domingos, aconselha o consumidor a analisar os motivos para solicitar o recurso. Caso a antecipação tenha como motivação a quitação de débitos no cartão de crédito ou cheque especial, por exemplo, ela pode ser uma boa opção, considerando que as taxas são inferiores.

Existe ainda um ponto crucial ao solicitar a linha de crédito. A antecipação significa que o contribuinte irá pegar um dinheiro que lhe pertence, mas ainda não foi processado pela Receita Federal.

Contudo, não há garantias de que não haja alguma restrição para a restituição do valor demonstrado na entrega da declaração. Caso o contribuinte caia na malha fina, terá de arcar com a dívida do valor que foi antecipado.

Fonte: O Popular


Tópicos:
visualizações