Atenção! Você está utilizando um navegador muito antigo e muitos dos recursos deste site não irão funcionar corretamente.
Atualize para uma versão mais recente. Recomendamos o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.

Notícias

Balança comercial começa abril com superávit de US$ 311 milhões

Facebook
Twitter
Google+
LinkedIn
Pinterest
Enviar por E-mail Imprimir
09/04/2013 - 12:36

No ano, país ainda acumula déficit de US$ 4,845 bilhões. Média diária de exportações no ano caiu 2% na comparação com 2012.

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 311 milhões na primeira semana de abril, informou nesta segunda-feira (1º) o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Segundo o governo, entre os dias 1 e 7 de abril, as exportações somaram US$ 4,765 bilhões e as importações US$ 4,454 bilhões.

No acumulado do ano, a balança ainda acumula déficit de US$ 4,845 bilhões, resultado de um total de US$ 55,601 bilhões em exportações e US$ 60,446 bilhões em importações.

Nos 65 dias úteis de 2013, a corrente de comércio somou US$ 116,047 bilhões (média diária de US$ 1,785 bilhão), com aumento de 4,2% sobre a média do mesmo período do ano passado (US$ 1,713 bilhão).

A média diária de exportações no ano está em US$ 855,4 milhões, valor 2% abaixo ao verificado no período correspondente de 2012, que teve média diária de US$ 872,5 milhões.

Já o desempenho anual acumulado das importações está 10,6% maior em relação ao ano passado. A média diária em 2013 está em US$ 840,7 milhões, ante US$ 929,9 milhões no ano passado.

Análise da 1ª semana
Segundo o MDIC, as exportações de manufaturados caíram 6,7% na 1ª semana de abril, por conta de aviões, óleos combustíveis, medicamentos, pneumáticos, motores e geradores, partes de motores para veículos, polímeros plásticos, e autopeças.

Entre os produtos básicos o recuo foi de 1,1% e  a redução foi mais significativa nas vendas de petróleo em bruto, trigo em grãos, algodão em bruto, bovinos vivos, fumo e folhas, e café em grãos. Por outro lado, cresceram os embarques de semimanufaturados (0,5%), em razão, principalmente, de catodos de cobre, ouro em formas semimanufaturadas e açúcar.

De acordo com o MDIC, houve queda de 2,6% nas exportações na comparação com as médias da primeira semana de abril de 2012. Já na comparação com a média diária de março, o recuo foi de 1,3%.

Nas importações, a média diária da primeira semana de abril ficou 4,7% abaixo da média da primeira semana de abril do ano passado e 7 menor do que a média de março.

Segundo o governo, as maiores quedas entre as importações foram verificadas em combustíveis e lubrificantes (-66,6%), cobre e suas obras (-22,6%), cereais produtos de moagem (-7,8%), e siderúrgicos (-2,7%).

Em março, a balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 164 milhões, o pior resultado para o mês desde 2001. Em janeiro deste ano, o comércio exterior teve um resultado negativo de US$ 4,03 bilhões, no que foi o pior mês de toda a série histórica do Banco Central, que tem início em 1959. Já em fevereiro foi registrado um resultado negativo de US$ 1,27 bilhão – o pior fevereiro da história.

Fonte: G1


Tópicos:
visualizações