Atenção! Você está utilizando um navegador muito antigo e muitos dos recursos deste site não irão funcionar corretamente.
Atualize para uma versão mais recente. Recomendamos o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.

Notícias

CAMPANHA SALARIAL 2020. BANCO DO BRASIL: Pressão dos sindicalistas na mesa de negociações faz BB voltar atrás e manter direitos

Facebook
Twitter
Google+
LinkedIn
Pinterest
Enviar por E-mail Imprimir
29/08/2020 - 20:45
whatsapp-image-2020-08-29-at-21-1811447.jpeg

A Comissão de Negociação da CONTEC, realizou, via remota/virtual, às 14 horas de ontem, 28, a oitava reunião desta campanha salarial, com a Comissão de Negociação do Banco do Brasil. Na reunião foi discutido a manutenção do ACT vigente e acréscimo  de benefícios, buscando melhor qualidade de vida dos funcionários e condições de trabalho.
    Representando a Federação dos Bancários no Estado de Goiás e Tocantins (FEEB-GO/TO), esteve presente na reunião, o presidente do Sintec-TO, Crispim Batista, o Diretor do SEEB-GO, Ivanilson Batista e o diretor do Sintec-TO, Édson Gallo. Após vários debates e pressão, por parte da Comissão que representam os trabalhadores, a direção do Banco do Brasil voltou atrás, e afirmou que irá manter:

- Atuais regras de PLR

-3 ciclos avaliatórios para descomissionamento por Desempenho

- 10 minutos de descanso a cada hora para quem trabalha no auto atendimento.

As alterações propostas para o atual ACT são as seguintes:
 
a) Faltas Abonadas para funcionários pós 98: o banco restringirá o acúmulo e possibilidade de conversão em espécie.
Em relação as faltas abonadas adquiridas em 01/09/2020, se não utilizadas até 31/08/2021, serão automaticamente convertidas em espécie em 01/09/2021. A partir daí, as faltas adquiridas e não utilizadas até o dia 31/08, do ano seguinte, terão  que ser gozadas juntamente com as primeiras férias utilizadas, sob pena de perda das mesmas.

b) Folgas decorrentes de trabalho para a Justiça Eleitoral: cujo prazo de utilização será estendido de 60 para até 180 dias;
 
c) Intrajornada: que passará a permitir que o funcionário de 6 (seis) horas, possa optar por expandir para até 1 (uma) hora, o intervalo para descanso e alimentação,  com registro no ponto eletrônico, assim como, o funcionário com jornada de 8 (oito) horas, possa reduzir, para até 30 (trinta) minutos, seu intervalo para descanso e alimentação, em ambos os casos, se do interesse e nos dias em que, formalizados pelo funcionário;

d)   Ponto eletrônico: que passará a ser adotado também para os funcionários lotados na BBDTVM, BBSeguridade, BBConsórcios e FBB;

CLÁUSULAS ECONÔMICAS.  
O Banco se comprometeu a seguir o que foi acertado na mesa única da FENABAN como segue.

Para 2020: Reajuste de 1,5% para salários, com abono de R$ 2 mil.

Para as demais verbas, como vales alimentação/refeição e auxílio-creche/babá, será garantida a reposição da inflação (estimada em 2,74% no período).

Para 2021:  Reposição integral do INPC do período + 0,5% de ganho real, para salários e demais verbas como VA e VR, assim como para os valores fixos e tetos da PLR. A proposta prevê ainda, a manutenção de todas as cláusulas do ACT por dois anos.
 
Assembleias ocorrerão na próxima segunda-feira, 31, a serem divulgadas pelos Sindicatos.

 

Assembleias do SEEB-GO



    O acesso à assembleia dos trabalhadores do Banco do Brasil da base do Sindicato dos Bancários no Estado de Goiás, será através dos links que serão disponibilizados momentos antes do seu início através do site www.bancariosgo.org.br e de mensagens whatsapp nos números cadastrados. Se o seu número ainda não esteja cadastrado envie mensagem para o Sindicato (62 99997-6251), informando seu nome, banco e agência de lotação.
    Além da assembleia do Banco do Brasil, ocorrerá também assembleias dos trabalhadores da Caixa Econômica Federal e dos Bancos Privados.

CLIQUE AQUI e veja o informativo em pdf

Tópicos:
visualizações